terça, 19 de fevereiro de 2019

Carta Global de Mídia é lançada no ABA Mídia 2018

Documento da World Federation of Advertirers indica princípios dos anunciantes para parcerias comerciais no ecossistema de publicidade de mídia digital

Atenta a todas as transformações provenientes do ambiente digital e aos impactos desse movimento no cenário de mídia, a WFA – World Federation of Advertisers, da qual a ABA é afiliada, deu um passo importante na organização do documento coletivo Global Media Charter, que teve sua versão em português lançada no ABA Mídia, realizado dia 25 de setembro, em São Paulo.

Intitulado Carta Global de Mídia, o documento atende a uma necessidade de maior cuidado e transparência na publicidade online, já que esse ambiente permite acesso mais fácil às informações e incita uma grande variedade de canais. Em consequência disso, o documento aponta oito princípios de parceria sobre alguns dos aspectos mais críticos da publicidade digital, incluindo tolerância zero às fraudes com compensação por qualquer violação; rigorosa proteção à segurança de marca; limites mínimos de viewability; transparência em toda a cadeia de fornecedores; verificação e medição de terceiros como requisito mínimo; necessidade de abertura para escolha dos parceiros; melhora dos padrões com transparência de dados; e adoção de medidas para proporcionar melhor experiência aos consumidores.

A abordagem desses pontos foi resultado da participação de mais de uma dezena dos maiores anunciantes globais, a maioria deles associados da ABA, bem como das associações nacionais de anunciantes dos dez maiores mercados da indústria em todo o mundo. Para cada princípio, está apontado claramente o papel que os anunciantes devem cumprir na proposta de esforço em conjunto.

Para Sandra Martinelli, presidente-executiva da ABA, “O ecossistema da publicidade digital precisa evoluir em alguns pontos se quiser garantir o fluxo de receitas e oferecer experiências melhores para consumidores e marcas. Devido a um significativo aumento de recursos publicitários para esses canais, tornou-se fundamental definir ações para a manutenção do equilíbrio dos negócios.” E complementa: “O Brasil é um dos mercados mais pulsantes do mundo para a publicidade digital e, novamente, a ABA cumpre sua missão ao fortalecer a voz desse chamado no mercado brasileiro.”

Conforme consta na Carta, as questões abordadas requerem apoio de toda a indústria, em especial os intervenientes na cadeia de valor de mídia, em âmbito local, regional e mundial, que incluem: parceiros de agências de mídia; parceiros tecnológicos, diretos e indiretos; proprietários de empresas de mídia, editores e parceiros de plataformas; consultores e auditores.

“A perspectiva dos diretores de mídia mencionada em nossa Carta é global, embora grande parte do sucesso dessa iniciativa dependerá dos esforços de nossos colegas locais, apoiando suas associações nacionais. A cocriação deste documento com essas organizações nos permitiu falar com uma só voz, globalmente, à medida que procuramos encontrar respostas. Como já vimos no passado, soluções eficazes em nível local podem ser adaptadas e dimensionadas para um bom efeito”, comenta Stephan Loerke,  CEO da WFA.

WhatsApp Image 2018-09-25 at 14.42.46

ABA NAS REDES SOCIAIS

Revistas

Confira as outras edições aqui!

Avenida Paulista, 2073, 14º andar, conjunto 1403 – Edifício Horsa II – Conjunto Nacional
© 2019 ABA - Associação Brasileira de Anunciantes by Pragma